Spam e E-mail Marketing, saiba a diferença e como não errar

A internet é realidade para mais de 75% da população brasileira, somos mais de 140 milhões de usuários de internet no país. Com este crescimento, vieram as redes sociais e o Marketing Digital teve que se adaptar, aprendendo novas formas de conquistar os clientes para as empresa, mas, o E-mail Marketing (E-Marketing) nos últimos anos acabou sendo um pouco esquecido ou até mesmo abandonado das estratégias de Marketing atual por muitas agências de publicidade e empresários. O que é um erro!

Spam e E-mail Marketing, saiba a diferença e como não errar

Como estamos é uma época do imediatismo, as empresas de Marketing Digital notaram que os consumidores, principalmente os jovens, não desejam mais "perder tempo" lendo e-mails, textos longos e agora chegamos ao ponto de nem quererem mais assistir vídeos com mais de 10 minutos ou ouvir um áudio com mais de 1 minuto. Então algumas empresas de Marketing difundiram que esta era a nova realidade e muitos empresários aceitam este conceito, abandonaram assim a prática de envio de e-mails e adotaram a comunicação instantânea como o WhatsApp ou Telegram, focaram em escrever apenas os 280 caracteres do Twitter ou postar imagens bonitinhas no Instagram.

Se pensarmos apenas na população mais jovem, com menos de 25 anos de idade, esta informação acima descrita é a realidade, mas quando analisamos a população com idade entre 30 a 60 anos a realidade em bem diferente, ainda mais se colocarmos como segmentação, pessoas formadas em Faculdades, Universidades ou com Doutorado.

Este público, em sua maioria, gosta de ler e se aprofundar no assunto. Estes ao receberem um e-mail irão ler seu conteúdo com atenção.

Profissionais liberais, como, Advogados, Médicos, Engenheiros, Jornalistas, Professores, Filósofos, Historiadores, Sociólogos, Profissionais de TI e até nós aqui, os Profissionais de Marketing, além de tantos outros, gostamos de ler. Mas gostamos de ler, apenas assuntos que são relevantes de fato.

Então, o E-mail Marketing, é ainda uma excelente ferramenta de divulgação para as empresas e prestadores de serviços, o que mudou é que as pessoas não perdem mais tempo com o que não as interessam e na verdade, criaram verdadeira repudia com o que as fazem perder tempo.

É neste ponto que precisamos compreender, Quem é o seu Público-Alvo, O que lhe Enviar, Qual o melhor Meio de Comunicação usar e Quando Enviar.

O E-mail Marketing e o SPAM

Logo no início da popularização da internet, muitas empresas adotaram o envio de e-mails com o objetivo de conquistar novos clientes, mas sem conhecimento, acabam caindo no famoso SPAM, pratica que muitos usuários da internet detestam até hoje. O SPAM acabou fazendo com que o resultado esperado fosse totalmente contrário do esperado e a marca da empresa ficasse registrada em listas negras nas memórias de quem recebe os e-mails.

Este também foi um dos fatores que fizeram as empresas e profissionais de Marketing, colocarem o E-Mail Marketing como uma ação que não funcionava.

O que muitos empresários e consultores não conseguem entender é que na internet, diferente da televisão ou rádio, o cliente é quem vai atrás da informação ou produto desejado.

O usuário e potenciais clientes buscam conteúdo relevante ao que desejam, informações técnicas, conhecimento profissional, opiniões de produtos e preços.

Não querem vendedores oferecendo incansavelmente ou empurrando algo que ele talvez nem conheça e não precise.

Antes de decidir o que comprar o consumidor moderno busca na Internet, em sites de relacionamento, fóruns ou blogs, o que deseja.

Para não cair nos problemas citados acima, existem algumas soluções, algumas com alto custo e outras nem tanto, como a criação de um Blog, a Otimização de Sites (SEO) ou a realização de Anúncios no Google e Redes Sociais.

Mas, se você compreendeu que o E-Mail Marketing é uma excelente forma de Marketing Digital, sabe que seu público é o correto e então, deseja enviar e-mails informativos ou com ofertas de serviços e produtos, a primeira etapa é criar sua própria lista de e-mails.

Você pode promover um concurso cultural, sortear um produto ou simplesmente oferecer um produto digital gratuito, que chamamos de isca digital e desta forma você terá uma lista de e-mails de pessoas realmente interessadas em seus serviços e produtos.

De nada adianta ter 100.000 e-mails de usuários da internet sendo que seu negócio é vender produtos odontológicos!

Crie sua lista de contato apenas com profissionais ligados à área de sua atuação.

Nunca compre listas de e-mails!

Crie uma Sequência de mensagens para o E-mail Marketing

A partir do momento que você conseguiu o e-mail de um possível cliente, você deverá criar uma estratégia de E-mail Marketing e a primeira coisa que você não deve fazer é tentar vender.

Um dos principais erros é querer vender já no primeiro contato.

Ofereça conteúdo e informação relevante para o seu leitor, compartilhe dicas reais, soluções para problemas e somente depois, com o leitor sabendo quem você é, que você é confiável e um especialista, é que você pode fazer uma oferta de um produto ou serviço.

Quando você oferece informação e soluções de forma gratuita para alguém e este aceita, gera o gatilho mental da "Reciprocidade".

O gatilho da Reciprocidade demonstra que todos nós retribuímos o que recebemos, é praticamente involuntário, está embutido em nosso sistema de comportamento social. Quando alguém é legal conosco, sentimos uma necessidade de oferecer algo em troca, que vai desde um sorriso até uma recompensa financeira.

Então, se você quer uma ação positiva do seu potencial cliente, ao oferecer algum benefício de valor no primeiro contato, ele normalmente sentirá a necessidade da Reciprocidade e estará mais "aberto" para conversar com você e até mesmo, comprar o produto ou serviço que você quer vender.

Normalmente antes de realizar uma oferta direta através do e-mail, enviamos conteúdos relevantes, que pode ser um ebook ou um convite para a leitura de um artigo no site. Então, enviamos de 2 ou 3 e-mails informativos para depois uma publicidade.

Isso não quer dizer que já nos primeiros você não possa fazer vendas, pois em um ebook técnico ou informativo, você pode colocar discretamente um anúncio. O mesmo deve ser através do artigo do seu blog.

 

Entenda a diferença entre Spam e Newsletter ou E-mail Marketing

Toda vez que alguém recebe um e-mail que não autorizou é um Spam?

Os radicais dizem que sim, mas os mais moderados consideram Spam apenas se for abusivo, consecutivo e não houver uma forma de cancelar o recebimento.

O E-Marketing, por sua vez, tem como princípio básico o consentimento de quem recebe, que forneceu seu endereço de e-mail de alguma forma clara e com a informação que o objetivo era receber informações e ofertas. Também deve ter como cancelar a qualquer momento o recebimento com um simples clique.

Utilizar de forma correta o E-mail Marketing com certeza será um ótimo canal de relacionamento e vendas.

ENTRE EM CONTATO

Vamos trabalhar juntos?

Por favor, preencha este campo.
Por favor, preencha este campo.
Por favor, preencha este campo.
Por favor, preencha este campo.
Por favor, preencha este campo.
X